4 curiosidades que talvez você não saiba sobre nossos dentes

72

Sabemos que a saúde bucal é capaz de influenciar no bem-estar emocional, no acometimento de doenças por todo o organismo, na capacidade de fala e até na respiração. Mas as curiosidades sobre os dentes são muitas e podem te surpreender.

Todos nós crescemos ouvindo sobre a importância dos cuidados com a saúde da boca para evitar doenças, como as cáries e as inflamações gengivais.

Normalmente, esses avisos vinham juntamente com conselhos do tipo: evite alimentos com muito açúcar, não é preciso atenção com os dentes de leite, ou, aparelho dentário é coisa de criança.

Muitas dessas crenças populares podem estar bastante equivocadas e algumas – como o uso do bicarbonato de sódio para clarear os dentes – podem ser até prejudiciais para toda a integridade bucal.

Mas, ainda que o senso comum não seja muito preciso em relação aos conselhos relativos aos cuidados bucais, eles demonstram o interesse que nós sentimos com a aparência e todas as singularidades curiosas da boca. 

Publicidade - OTZAds

Por isso, conheça a seguir alguns fatos sobre os cuidados com a dentição e a importância do cuidado correto com essas estruturas.

4 fatos curiosos sobre a dentição

A cavidade bucal é uma área fascinante do corpo humano que, apesar de ser muito analisada no cotidiano, ainda desperta curiosidade no público geral. 

Isso porque, apesar da aparência simples, os dentes podem esconder grandes complexidades no seu funcionamento e na formação.

Por isso, separamos aqui alguns fatos curiosos sobre a nossa dentição:

  1. A boca possui bilhões de microrganismo

A boca tem uma microbiota composta por cerca de 50 bilhões de microrganismos que variam entre bactérias, vírus, fungos, protozoários e arqueas. Mas não é preciso se alarmar ou correr para escovar os dentes.

Esses micróbios são fundamentais para manter a boca e o corpo saudáveis, uma vez que eles ajudam na proteção bucal contra agentes patogênicos externos e auxiliam no processo digestivo.

Contudo, para que isso ocorra, a quantidade e manutenção da mucosa deve ser adequada.

  1. O dente é a parte mais dura do corpo

Ao contrário do que muitos pensam, os dentes não são ossos, mas são os tecidos mais duros que temos em todo o corpo. 

Eles são compostos por uma polpa, que é revestida por dentina e encoberta por um esmalte extremamente rico em cálcio, fósforo e vários minerais.

Além disso, toda essa estrutura é fixada nos ossos faciais por meio de uma raiz, tecidos conjuntivos e um componente neurovascular. 

Esse sistema resulta em uma dureza comparável à densidade do diamante, tornando os dentes um dos elementos mais resistentes que existem.

  1. Os dentes são formados ainda no útero

Muitas vezes o plano odontológico é utilizado para a realização de um pré-natal dental, a fim de prevenir que as doenças bucais da mãe afetem a gestação, o que poderia causar o parto prematuro. Isso pode ocorrer devido a complicações das inflamações gengivais.

Contudo, essa não é única forma com que os dentes estão relacionados com a gestação. 

Ainda que os dentes de leite comecem a nascer aos seis meses de vida, a formação dentária se inicia ainda no útero.

Entre o terceiro e quarto mês de gravidez o bebê já começa a formar os incisivos, os caninos e os molares. Mas o esmalte dentário – aquela camada mais dura que protege os dentes – só será desenvolvido após o primeiro mês, depois do nascimento.

  1. Todos os dentes nascem na mesma sequência

O primeiro conjunto dental de todas as crianças nasce na mesma ordem.

Durante esse período, é fundamental realizar um acompanhamento com um dentista pediatra, por meio do auxílio de um convênio odontológico, para garantir a saúde do desenvolvimento bucal.

Os incisivos inferiores aparecem primeiro, por volta dos seis meses de vida e são seguidos pelos superiores, que saem aos sete ou oito meses.

Depois apontam os dentes:

  • Laterais superiores,
  • Laterais inferiores,
  • Primeiros molares;
  • Caninos;
  • Segundos Molares.

Todos os 20 dentes de leite só estarão completos quando a criança tiver aproximadamente três anos de idade e eles só serão trocados pelos dentes fixos a partir dos sete anos.

Dicas de como manter os dentes mais bonitos e saudáveis

Fazer uma boa higienização bucal é primordial para a manutenção da integridade e da beleza dos dentes. 

No entanto, o uso de plano odonto empresarial pode ajudar na realização de consultas de rotina mais frequentes com o dentista.

Essas visitas são importantes para o tratamento de limpeza profunda, que remove as placas bacterianas e a formação do tártaro que não podem ser retirados apenas com a escovação.

A recomendação geral é de que todos os pacientes devem fazer uma consulta preventiva a cada seis meses, com um profissional. 

Deste modo, desfrutar dos benefícios de um plano dental coletivo empresarial pode ser especialmente vantajoso para redução dos gastos pessoais e para a manutenção da saúde geral.

Publicidade - OTZAds

Além disso, a atenção com a alimentação rica em açúcares e gorduras deve ser mantida. Afinal, ainda que os mitos populares indiquem que a alta concentração de açúcar seja a causadora de cáries, o verdadeiro vilão é a exposição contínua dos dentes a esses resíduos.

Por isso, ao consumir doces e carboidratos, escove muito bem os dentes e utilize o fio dental para limpar todos os vãos.

As consultas realizadas com o convênio odontológico empresarial também podem servir para que o dentista avalie a qualidade das escovações e ensine métodos mais eficazes para cada caso, bem como a necessidade de produtos complementares ou mesmo a redução de certos alimentos.Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.

Esperamos que nosso artigo tenha ajudado você ainda mais neste tópico. Para ficar sempre por dentro de novidades, visite nossos outros posts e compartilhe com seus amigos e nas suas redes sociais.

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que está satisfeito com ele. Aceito Consulte mais informação