5 Curiosidades sobre o clareamento dental

1.608

Nos últimos anos, o clareamento dental tem se tornado o procedimento odontológico mais procurado entre os pacientes de todo o país. Esse interesse pela estética bucal se dá, principalmente, devido ao preço mais acessível e por se tratar de uma intervenção pouco invasiva.

Para quem está interessado em deixar o sorriso ainda mais bonito, é aconselhável primeiro entender como esse procedimento funciona e depois aprender algumas curiosidades que podem te ajudar a escolher as melhores técnicas.

O que é o clareamento dental

Com o passar do tempo, os dentes tendem a adquirir um aspecto mais envelhecido e amarelado. Sendo que isso pode se dar por diversos motivos, como:

  • Hábito de fumar cigarros e ingerir bebidas alcoólicas com frequência;
  • Resultado da ação bacteriana;
  • Em virtude da formação do tártaro;
  • Devido a condições de saúde, como a fluorose;
  • Em decorrência dos costumes alimentares.

Todos esses fatores afetam diretamente o esmalte dentário, fazendo com que moléculas de pigmento – que não podem ser removidas por meio da escovação – fiquem acumuladas na superfície dental.

Esse tipo de problema tende a causar diversas inseguranças relacionadas a aparência do sorriso e, consequentemente, com a autoestima e confiança dos pacientes. 

Por isso, muitas pessoas têm recorrido a esse tratamento para recuperar a cor e o brilho original dos dentes.

No entanto, não são todos os pacientes que podem se submeter a essa intervenção. Assim, os dentistas desencorajam o tratamento para quem possui:

  • Menos de 16 anos;
  • Problemas graves com sensibilidade dental;
  • Irritabilidade nos tecidos gengivais;
  • Problemas com a saúde dos dentes;
  • Bebês em fase de amamentação.

Além disso, as pessoas que utilizaram medicamentos com tetraciclina ou estão fazendo o tratamento ortodôntico – com o uso do aparelho odontológico transparente –, também devem consultar um especialista para se certificar da segurança dessa intervenção.

5 curiosidades sobre o clareamento dental

Com o avanço tecnológico e o desenvolvimento da dentística, área especializada na estética dental, os procedimentos estéticos bucais têm adquirido preços cada vez mais acessíveis. 

No entanto, é preciso estar sempre atento aos anúncios de clareamento dental promoção.

Isso porque, mais importante do que a economia dos investimentos, é encontrar um profissional qualificado, que utilize materiais de qualidade que não vão danificar as estruturas dentais, bem como a forma que o procedimento será realizado.

Além disso, é muito importante estar ciente dessas 5 curiosidades sobre o procedimento:

  1. Existem várias formas de realizar o procedimento

Ainda que o gel à base de peróxido de hidrogênio seja a forma mais segura de fazer a remoção das manchas dentárias, existem diferentes técnicas de aplicação do produto que alteram a duração dos efeitos e o clareamento dental quanto custa.

A forma mais efetiva e barata é o tratamento caseiro – realizado pelo próprio paciente em casa –, com o auxílio de uma moldeira de silicone feita sob medida e as orientações do profissional. 

Assim, com a supervisão médica, o gel deverá ser aplicado diariamente por 3 ou 4 semanas.

Quando feito em consultório, os resultados tendem a ser mais imediatos, porém tem uma durabilidade reduzida. 

Além disso, como nesses casos são utilizados lasers e luzes ultravioletas, o procedimento tende a ficar mais caro.

Com o auxílio de um dentista especialista em canal, é possível a realização do clareamento interno. Aqui, o dentista irá desgastar levemente o canal dentário, apenas para que seja possível a realização da limpeza desse duto.

  1. O clareamento é um tratamento temporário

Ao contrário da lente de contato dental ou do implante dentário, os efeitos obtidos pelo clareamento são passageiros. 

Deste modo, dependendo da técnica aplicada e do cuidado tomado pelo paciente, o brilho dos dentes podem durar até 3 anos. Após esse período, é necessário realizar manutenções e novas sessões.

  1. Alguns alimentos comprometem o sucesso do procedimento

Durante o período do tratamento os pacientes precisam evitar alimentos e bebidas com muito corante – natural ou artificial – ou que sejam muito ácidos, como cafés, vinhos, refrigerantes, chás, beterraba, chocolates, entre outros.

Isso porque os dentes ficam mais porosos e permeáveis, ficando sujeitos a manchas ainda mais profundas e escuras.

  1. O clareamento não muda a cor original dos dentes

O gel de hidrogênio tem como objetivo principal realizar a quebra das moléculas de pigmento, que ficam reunidas na superfície dos dentes e nos tecidos mais internos. 

Desta forma, essa intervenção pode devolver a tonalidade original da dentição, mas ela não pode mudar a cor das estruturas.

  1. O procedimento pode ser feito em conjunto com o implante dentário

Ainda que não seja possível realizar o clareamento após a finalização desse tipo de reposição dental, tratar as manchas antes da confecção das próteses de porcelana pode ajudar o paciente a conseguir um sorriso mais harmonioso e agradável.

Esse procedimento também combina bastante com a lente de contato dental, pois permite que a cor escurecida dos dentes originais não se destaque por baixo das facetas de porcelana.

Por isso, ao marcar uma consulta com o dentista para a realização de algum procedimento cosmético ou para sanar dúvidas quanto ao aparelho de porcelana preço, por exemplo, é importante saber se o clareamento deve ser feito com antecedência.Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que está satisfeito com ele. Aceito Consulte mais informação